Vol 11 Num 4




Morcegos (Chiroptera) capturados em lagoas do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, Rio de Janeiro, Brasil

Júlia Lins Luz

Universidade Federal Rural do Estado do Rio de Janeiro
Laboratório de Diversidade de Morcegos, Instituto de Biologia, km 47 da antiga estrada Rio - São Paulo, Caixa Postal 74507, 23890-000, Seropédica, Rio de Janeiro, Brasil
email: julialinsluz@yahoo.com.br

Renato Mangolin

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Departamento de Ecologia, Instituto de Biologia, Rua São Francisco Xavier 524, 20559-900, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Carlos Eduardo Lustosa Esbérard

Universidade Federal Rural do Estado do Rio de Janeiro
Laboratório de Diversidade de Morcegos, Instituto de Biologia, km 47 da antiga estrada Rio - São Paulo, Caixa Postal 74507, 23890-000, Seropédica, Rio de Janeiro, Brasil
Helena de Godoy Bergallo

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Departamento de Ecologia, Instituto de Biologia, Rua São Francisco Xavier 524, 20559-900, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

palavras-chave
Mata Atlântica, lagoa, riqueza, guilda, taxocenose, Phyllostomidae

publicado em: 25/10/2011





Resumo
O objetivo deste trabalho foi elaborar uma lista das espécies de quirópteros capturados em seis lagoas no Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. O Parque está localizado a cerca de 180 km a leste da cidade do Rio de Janeiro e abrange os municípios de Macaé, Carapebus e Quissamã. A região é dominada por dunas e cordões arenosos formados no Quaternário. Foram capturados 149 morcegos, pertencentes a três famílias e 14 espécies. A maior parte das espécies capturadas na Restinga de Jurubatiba foi de frugívoros, em parte devido à técnica empregada, com redes de neblina, que favorece a captura de indivíduos da família Phyllostomidae. Foram capturadas cinco espécies pouco frequentes em inventários de morcegos (Uroderma  magnirostrum , Lasiurus  cinereus , Lophostoma  brasiliense , Chiroderma  villosum  e Diaemus  youngi  ). As espécies capturadas variaram entre as lagoas, o que mostra a importância desses ambientes para a manutenção da diversidade de morcegos.

como citar este artigo
Luz, J. L.; Mangolin, R.; Esbérard, C. E. L. e Bergallo, H. de G. Morcegos (Chiroptera) capturados em lagoas do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, Rio de Janeiro, Brasil. Biota Neotrop.  Out/Dez 2011 vol. 11, no. 4 https://www.biotaneotropica.org.br/v11n4/pt/abstract?article+bn01011042011 ISSN 1676-0603.

Espécies citadas
check for this species in other resources Chiroderma  villosum 
check for this species in other resources Diaemus  youngi 
check for this species in other resources Lasiuru  cinereus 
check for this species in other resources Lophostoma  brasiliense 
check for this species in other resources Uroderma  magnirostrum 



Fundação de Amparo | Pesquisa do Estado de São Paulo, Fapesp
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq
© BIOTA NEOTROPICA, 2011