Primeiro registro do morcego Mimon crenulatum (Phyllostomidae) no Pantanal, sudoeste do Brasil

George Camargo
Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
C.E.P. 79070-900 Campo Grande, Brasil
Erich Fischer
Departamento de Biologia, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Caixa Postal 549, C.E.P. 79070-900 Campo Grande, Brasil
email: efischer@nin.ufms.br

palavras-chave
distribuição geográfica, morcegos, Mimon, Pantanal, Phyllostomidae


Resumo
Espécies do gênero Mimon Gray, 1847, ocorrem desde o México até a Bolívia central e sudeste do Brasil, entre as latitudes 22o N e 25o S. Aproximadamente entre 14 e 25o S de latitude, a ocorrência conhecida de Mimon é restrita ao leste brasileiro, na Mata Atlântica. Apenas em latitudes menores que 14o S as espécies de Mimonn adicionalmente ocorrem na região central e oeste da América do Sul, na Amazônia, Cerrado e Caatinga. Mimon crenulatum (E. Geoffroy, 1810) é localmente rara porém ocorre amplamente dentro dos limites de distribuição do gênero. Reportamos aqui a ocorrência de Mimon crenulatum a ca. 20o de latitude sul na planície inundável do Pantanal, oeste do Brasil. Provavelmente este é o primeiro registro do gênero Mimon neste ecossistema, ampliando a distribuição geográfica de Mimon crenulatum para o oeste brasileiro em latitudes maiores que 14o S.



Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, Fapesp
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq
Centro de Referência em Informação Ambiental, CRIA
© BIOTA NEOTROPICA, 2005